domingo, 22 de maio de 2011

terça-feira, 10 de maio de 2011

O ESTADO DA NAÇÃO

Como vai este País...
A nível Social,
São Carências da matriz
De um modo geral.

No trabalho é o que se vê...
Na saúde é o que sabe,
Só não acredita quem não crê
E na política já não cabe!...

A segurança Social está no fim,
A agricultura à muito que acabou.
Os políticos a tudo dizem que sim,
E para os cidadãos a desgraça começou.

A educação está mais complicada,
Os Alunos estão descontentes!
Os professores estão em debandada,
E os efectivos, a ser polivalentes.

Temos um País frustado!
E cheio de muitas ilusões,
Temos depois um Estado
Governado por burlões.

Há comunicação social vão mentir,
E falar de qualquer maneira,
Falando para as câmaras a sorrir,
Evitando fazer muita poeira.

Na saúde é um desastre completo!
Presente há população diariamente,
Sempre com qualquer Hospital repleto,
Sendo dificuldades que o povo sente.

Depois pedem-se sacrifícios ao povo
Com o agravamento de mais um imposto,
Vem o Ministro a dizer de novo!
Com o tal sorriso estampado no rosto....
dcb